Top EDI

EDICONSELHO: documentos EDI avançados IV - Price/sales catalogue - PRICAT


O PRICAT é um documento EDI que na sua utilização, tem três características importantes: é informativo, é único e tem de estar continuamente atualizado. Por um lado, informa sobre a lista detalhada de produtos que uma empresa oferece para venda. Algo essencial para a correta criação das encomendas. Por outro, é um documento que parte do fornecedor para os seus clientes e, portanto, é um documento que se envia com a mesma informação (na maioria dos casos) a todos os clientes. Como tal, o mesmo documento serve para todos os seus parceiros comerciais. Por último, é um documento que contém informação viva e tem de estar atualizado na sua última versão para a sua correta gestão. Fazer uma encomenda de um produto obsoleto, que mudou a sua embalagem, etc., gera importantes ineficiências e problemas na gestão e resolução a posteriori.

O PRICAT como documento "Informativo"

A informação contida no catálogo de produtos é muito ampla. Mostra as características do artigo, como, por exemplo: cor, tamanho, nome e código EAN, marca, descrição, modelo, nome da série à qual corresponde o artigo, desenho ou fotografia do artigo, o idioma da descrição, dimensões (peso, profundidade, volume, altura, largura...), datas de disponibilidade, preço, informação de codificação e tipo de embalagem (codificada com barras EAN-13 ou EAN-8, ITF-14, UCC ou EAN-128), data de consumo preferencial, embalagem com tara de devolução, palete, aerossol, lata, caixa, etc.).

Na Europa, devido à entrada em vigor do REGULAMENTO (UE) N.º 1169/2011 sobre a informação alimentar facultada ao consumidor "ampliou-se a informação anterior com a lista e quantidade de ingredientes, indicando os que causam alergias ou intolerâncias, o grau alcoólico, as datas de validade, de congelação, as condições especiais de conservação e utilização, o modo de utilização, país de origem ou lugar de procedência e informação nutricional".

O PRICAT como documento "Único"

É cada vez mais comum a venda dos mesmos produtos em diferentes países e continentes e foi por isso que surgiu a necessidade de "acumular" em catálogos compartilhados online, o registo de produtos e dos seus componentes por parte dos fabricantes o que possibilita a pesquisa e o download, inclusive automático, por parte dos compradores. Este processo é comummente denominado como alinhamento de ficheiros master.

A criação de diversos catálogos e a necessidade de compilar, levou à necessidade de criar um sistema de catálogos ligados ao Global Data Synchronisation Network.

O PRICAT como documento "Atualizado"

As variações das características de um produto podem implicar problemas de armazenamento e reposição. É por esta razão que o PRICAT é utilizado na Distribuição (distribuidor e fornecedores), Setor Automóvel (terminais, fornecedores e concessionários), Setor Farmacêutico (farmácias e laboratórios), ferragens, bricolagem, etc.

De igual modo, a informação contida deve estar adaptada ao país onde se vende e ao seu idioma pelo que o PRICAT é um documento de utilização em inúmeros países (América, Canadá, Rússia, México, Argentina, China, Colômbia, Croácia, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Itália, Hong Kong, Espanha, Suécia, Hungria, etc.

O PRICAT no Comércio Eletrónico de venda online de produtos alimentares

Muitas plataformas de venda online de produtos vêm-se afetadas com a entrada em vigor do Regulamento Europeu sobre informação alimentar. Esta nova legislação inclui a obrigatoriedade de facultar ao consumidor a informação alimentar obrigatória de cada produto nas lojas de venda online.

As implicações derivadas deste regulamento implicam que as webs devem preparar os seus sistemas internos para oferecer esta informação ao consumidor online.

Como é que o fabricante utiliza o PRICAT?

O PRICAT é utilizado pelo fabricante como método de envio da informação dos seus artigos para avisar os seus clientes sobre a existência de um catálogo novo ou informar sobre o existente para que se possa conhecer preços e características dos produtos, poden conter informação mais específica de um produto concreto.

Como é que o distribuidor utiliza o PRICAT?

O PRICAT é utilizado pelo distribuidor para a seleção de artigos, qualidades, quantidade, etc., para poder efetuar os seus cálculos antes de efetuar a encomenda e, posteriormente, para oferecer aos seus clientes a informação em primeira mão e atualizada dos produtos que vende.

Do ponto de vista da relação comercial, a informação de preços e catálogo permite o acesso a promoções por quantidades ou qualidades dos produtos.